HISTÓRICO

Na década de 1970, nasce, junto com Mato Grosso, um movimento sindical de vanguarda, organizado pelos professores que lecionavam na rede pública de ensino do novo estado. Era o princípio de um ideal, que se transformou em lutas, que se transformaram em direitos e conquistas. A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS) é fruto da ousadia e da perseverança de homens e mulheres que acreditaram que a educação é capaz de transformar a sociedade.

As primeiras reuniões sindicais tinham que ser discretas, pois o país ainda sentia a repressão da ditadura militar. Na década de 1980, havia muito a fazer. O tempo era de mudanças e desafios, e a categoria da Educação lutava em defesa dos interesses dos trabalhadores. A Educação era precária em todos os sentidos, não havia condições estruturais, faltavam escolas, não existia concurso público, não havia uma carreira estabelecida.

Na pauta de reivindicações, junto com as questões salariais, sempre esteve a luta por uma educação de qualidade, bem como pela valorização profissional da categoria, tanto professores quanto administrativos.

Diante das dificuldades, o jeito era ir à luta e tentar mudar as coisas. Foi o que fizeram os jovens que compunham o movimento sindical da Educação de Mato Grosso do Sul. A mobilização dos trabalhadores em Educação era feita boca a boca, de cidade em cidade. Tudo era longe, as estradas eram ruins. Mesmo assim, as reuniões aconteciam. O resultado do esforço coletivo foi a fundação da Federação dos Professores de Mato Grosso do Sul (FEPROSUL), em 3 de março de 1979. A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS) veio dez anos depois, em 1989, quando a entidade se filiou à Central Única dos Trabalhadores (CUT) durante o Congresso Estadual realizado no município de Amambai.

Naquele momento aconteceu também a unificação da carreira: professores e funcionários administrativos de escolas passaram a ser reconhecidos como trabalhadores e trabalhadoras em Educação, e as associações passaram a ser chamadas de sindicatos.

Missão

Desde sua fundação, a FETEMS tem procurado desempenhar um papel transformador da realidade, a partir da educação. Junto com os sindicatos municipais, tem sido um dos principais instrumentos da categoria na luta pela conquista de uma sociedade em que haja distribuição da renda socialmente produzida, os direitos sociais sejam respeitados, e haja valorização do ser humano com autonomia e liberdade.

A FETEMS é, hoje, a maior entidade sindical de Mato Grosso do Sul, reunindo 73 sindicatos municipais filiados, mais de 25 mil trabalhadores na base, representando mais de 50% do funcionalismo público do Estado.

VEJA TAMBÉM

MUNICIPAL

Prefeitura prorroga prazo...

Já os alunos novos deverão fazer a pré-matrícula a partir de 1º de dezembro...

NACIONAL

FETEMS participa de ato e...

A FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) par...

ESTADUAL

FETEMS é contra o fecham...

FETEMS é contra o fechamento de escolas nos municípios de Mato Grosso do Sul