"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

03/10/2018 08:09 - Outubro Rosa: prevenção de câncer de mama precisa de investimentos em saúde pública

O Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo e visa expandir cada vez mais a campanha de prevenção ao câncer de mama. Neste mês de conscientização, vale reforçar a importância do exame de mamografia, que identifica a doença que afeta cerca de 60 mil mulheres por ano. Os médicos recomendam que a idade para início da realização do exame é entre 40-45 anos. Nas mulheres que têm casos de câncer de mama na família, este rastreamento pode começar antes. Vale destacar que o tumor é curável em até 98% dos casos se detectado na fase inicial e o diagnóstico precoce pode evitar a retirada do seio.
 
 
Por isso, é importante garantir que as mulheres tenham acesso a esse exame preventivo no Sistema Único de Saúde (SUS). Em tempos de eleição, precisamos cobrar dos governantes e políticos que invistam recursos públicos suficientes para atender as mulheres e fazer a manutenção de equipamentos necessários para que o diagnóstico e tratamento sejam uma realidade.
 
Em alguns estados, como no Amazonas, a difícil logística para coleta de exames, radiografias e seus diagnósticos foi pauta do movimento de mulheres organizado que exigiram dos governos políticas mais consistentes de saúde para as mulheres. A luta das mulheres viabilizou o investimento em equipamentos para o SUS, como os mamógrafos, mas é preciso mais recursos, para manutenção e atendimento pleno das demandas.
 
A Emenda Constitucional 95 (EC 95), sancionada pelo governo Temer em 2016 congela os investimentos públicos por 20 anos na saúde, a educação e assistência social, e vem dificultando cada vez mais o acesso das mulheres a esses exames. Nestas eleições, nós, da CNTE, ressaltamos a necessidade de votar em candidatas e candidatos que estejam comprometidos com a revogação dessa emenda. É uma medida primordial para que todas tenham acesso aos exames preventivos e possam obter o tratamento adequado.

CNTE