"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

10/10/2018 08:24 - Carta aberta aos/às educadores/as brasileiros/as que assumiram suas candidaturas às eleições proporcionais de 2018

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE vem a público, por meio desta Carta Aberta, felicitar todos/as os/as educadores/as brasileiros que se dispuseram a colocar seus nomes e ideias para concorrer a cargos eletivos nas eleições do último dia 07 de outubro. O ato de candidatar-se a cargos públicos é, sobretudo, um ato de coragem. Em especial nesses tempos de indigência moral e intelectual que assola nosso país.
 
 
Parabenizamos todas e todos que obtiveram êxito nessa tarefa. Podemos, agora, contar com nossos representantes nas casas legislativas dos Estados e na Câmara Federal, a defender as bandeiras de uma educação pública, laica, gratuita e socialmente referenciada. Serão esses os interlocutores dos/as trabalhadores/as em educação a defender os interesses pela valorização de nossas carreiras.
 
Aos que não obtiveram agora sucesso nessa empreitada, nosso agradecimento à disposição para se colocarem na linha de frente da defesa da educação. Temos certeza que a derrota eleitoral de agora é pequena diante da coragem de defender publicamente a educação e os/as educadores, em tempos em que o nosso setor é tão atacado e visado por essa onda conservadora que nos abate nesse momento.
 
A todas e todos os/as candidatos/as, eleitos/as ou não, é importante reforçar o saldo positivo dessa empreitada. Como já dito pelo pensador, o preço da liberdade é a eterna vigilância. Temos uma eleição para ganhar no próximo dia 28 de outubro. É fundamental que não desmobilizemos nossas estruturas de campanha. O campo popular deste país já demonstrou que não está morto! E venceremos todas as adversidades para que, no próximo ano de 2019, tenhamos um Brasil feliz de novo! Vamos à luta, companheiras e companheiros!
 
 

CNTE