"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

29/06/2018 13:23 - COMUNICADO À COMUNIDADE ESCOLAR DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL

Ao encerrarmos a greve dos(as) Trabalhadores(as) Administrativos em Educação, no mês de abril deste ano, foi firmado acordo entre a FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação) e o Governo do Estado, prevendo a inserção em definitivo na tabela inicial de salários, de 50% do valor do Abono Salarial no mês de outubro/2018 e 50% no mês de maio de 2019, concluindo a Incorporação do Abono.
Em reunião, o Governo do Estado informou que não encaminhará o Projeto de Lei à Assembleia Legislativa, pois extrapolou o Limite de Responsabilidade Fiscal, uma vez que a incorporação dos 50% ou seja, de R$100,00 no mês de outubro/2018, está vinculada ao limite prudencial de 46,55%. 
Entendemos que para além do limite fiscal existe a necessidade da Incorporação do Abono, sendo que o salário inicial dos(as) Trabalhadores(as) Admnistrativos em Educação é MENOR QUE UM SALÁRIO MÍNIMO. Se o Governador Reinaldo Azambuja quiser ele pode encaminhar o Projeto de Lei de Incorporação do Abono antes da limitação imposta pelo Período Eleitoral.
Diante dos fatos, os(as) representantes e Trabalhadores(as) Administrativos em Educação de Mato Grosso do Sul, durante o Conselho de Presidentes, realizado dia 27 de junho, às 09 horas, no Auditório da FETEMS, aprovaram a mobilização dia 03 de julho, a partir das 09 horas, na Assembleia Legislativa, em virtude do não atendimento do pleito da categoria por parte do Governador Reinaldo Azambuja.
Não concordamos que os(as) Trabalhadores(as) Administrativos em Educação, que são responsáveis pela manutenção, limpeza, merenda e secretarias das Escolas Públicas Estaduais continuem com uma carreira remuneratória com um SALÁRIO BASE DE R$ 854.12, MENOR QUE O VALOR DO SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE NO PAÍS.
A DIREÇÃO ESTADUAL DA FETEMS reafirma o compromisso em Defesa dos Direitos e Valorização dos/as Profissionais em Educação Pública e pela construção de uma Escola Pública de Qualidade para toda sociedade sul-mato-grossense e cobra do Governador Reinaldo Azambuja o cumprimento do acordo firmado com a nossa categoria.
Continuaremos na luta em Defesa de uma sociedade menos desigual e da Democracia.
Sueli Veiga - Presidenta em exercício da FETEMS

Sueli Veiga - Presidenta em exercício da FETEMS