"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

13/09/2018 13:58 - FETEMS realiza debate em alto nível com os candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul

O Debate 2018 realizado dia 12 de setembro, entre os candidatos ao governo do Estado e organizado pela FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) contou com a presença do Juiz Odilon de Oliveira (PDT), Junior Mochi (MDB), Marcelo Bluma (PV), João Alfredo Danieze (PSOL) e Humberto Amaducci (PT), autoridades locais, movimentos sociais e sindicais e com a participação dos(as) profissionais em Educação dos 74 SIMTED’s. O candidato e atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB) não compareceu.

O mediador foi o Presidente da CNTE, Heleno Araujo, com a colaboração da Secretária de Comunicação da FETEMS, Deumeires Batista de Souza Rodrigues de Morais e durante quase três horas de debate, os postulantes apresentaram suas propostas e puderam fazer perguntas para seus concorrentes. O primeiro bloco foi de apresentação do plano de governo para a Educação, onde cada candidato pode esboçar suas propostas de forma cortêz e respeitosa.
A Presidenta em exercício da FETEMS, Sueli Veiga disse que “o debate proporcionou a oportunidade de conhecer e ouvir o que cada candidato pretende realizar para que a educação seja motivo de orgulho para população e, também, para todos(as) os(as) trabalhadores(as) da área”. 
“O debate foi muito bom, participativo, de alto nível. Tivemos a presença de 5 dos 6 candidatos. Lamentamos a ausência de Reinaldo Azambuja. Mas, isso não atrapalhou o brilho e não diminuiu a importância do debate”, observou. 
O candidato Marcelo Bluma (PV), o primeiro candidato sorteado para falar sobre a proposta de governo para educação, disse que seu compromisso será com os professores (as) e buscará junto a categoria o nome que ocupará a pasta de Secretário (a) de Educação. 
“Não vou partidarizar a Secretaria de Educação. Tenho o compromisso de valorizar os trabalhadores (as) em educação do estado que vem sofrendo com os desmandos do atual governo de Reinaldo Azambuja”, completou.
O Junior Mochi (MDB) disse que a primeira missão que irá cumprir como governador se for eleito, será cumprir o Plano Estadual de Educação que ele contribuiu na elaboração, que é um plano que tem validade por 10 anos de 2014 a 2024. “Não tem sentido você não respeitar aquilo que foi objeto de construção coletiva por várias instituições que trabalham com educação. E lá estão estabelecidas as cinco metas, desde a educação infantil, ensino fundamental, médio, profissionalizante e superior, pontou.
O candidato do PSOL João Alfredo Danieze, na sua exposição disse que é muito importante investir massivamente em educação para reduzir as desigualdades sociais. “O estado tem três objetivos: construir uma sociedade livre e justa e combater a discriminação, garantir o desenvolvimento social. Isto está no artigo terceiro da Constituição Estadual. 
“Quero melhorar os salários dos(as) professores (as), quero investir em infraestrutura nas escolas, padronizar a merenda escolar, para que os alunos tenham merenda de qualidade. Vamos criar o Projeto Escola Nota 10, dando o décimo quarto e quinta salários aos(as) professores(as)”, exemplificou.
O candidato Juiz Odilon de Oliveira (PDT) reforçou que ele é o exemplo claro, evidente e verdadeiro de que só a educação transforma as pessoas. “Nenhum país se desenvolve economicamente, socialmente sem a participação dos (as) professores (as), que são fundamentais no desenvolvimento da economia. A relevância social do papel do educador (a) é indiscutível, enalteceu.
O Humberto Amaducci (PT) afirmou que o compromisso com a Educação teve início com a chegada do ex-presidente Lula, quando Zeca do PT governou o estado de Mato Grosso do Sul. “Temos que valorizar os (as) professores e os (as) funcionários (as) administrativos do nosso estado que cuidam de nossas crianças quando chegam nas escolas. Por isso, vamos governar juntos com vocês, pontou.

Quase chegando ao fim do Debate, a FETEMS entregou um documento com suas pautas e reivindicações da categoria que foram entregues a cada candidato que assinaram e se comprometeram com a Federação.
Além disso, tivemos a presença e entrega de documentos do Fórum dos Servidores; do Conselho de Saúde; do Conselho de Diretores de Escola e dos Educadores Indígenas. Só temos a agradecer a todos! 

“Parabenizo todos os membros da Diretoria da FETEMS, todos os SIMTEDs e a todos e todas que participaram do debate. Como sempre, os nossos SIMTEDs foram fundamentais para o sucesso do debate!
Também foi muito importante o trabalho, o envolvimento e a organização de todos (as) os funcionários (as) da FETEMS, finalizou a Presidenta em exercício da FETEMS, Sueli Veiga

Assessoria