"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

13/09/2018 14:01 - Seminário Sobre a Conjuntura Educacional realizado na FETEMS discutiu o atual momento da educação no país

A FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) realizou na quarta-feira (12), o Seminário Sobre a Conjuntura Educacional com o Presidente da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), no Auditório da entidade.
Segundo a Presidenta em Exercício da FETEMS, Sueli Veiga Melo o seminário foi muito importante, primeiro por causa da participação do Heleno, que possui um profundo conhecimento sobre o que está acontecendo na educação e os desafios que enfrentados no momento.

 “A privatização com a presença e a ingerência de inúmeras empresas nacionais e internacionais na educação básica, o aumento das terceirizações, as avaliações educacionais padronizadas que não refletem a realidade da educação, além da reforma do ensino médio e da EC 95, que reduzem o direito à educação, são alguns dos problemas. O seminário serviu para nos ajudar a compreender que a nossa escolha deve ser pela educação pública e por quem a defende”, pontou.

O Presidente da CNTE, Heleno Araujo disse que seminário foi extremamente oportuno e relevante, uma vez que podemos debater questões sobre a educação num momento difícil de perda de direitos adquiridos. Ele destacou que saiu o resultado do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) que teve muita repercussão na imprensa. Para ele, estão fazendo um processo de ‘hackeamento’, mas não mostram para população que essa é uma medida prejudicial para educação. 

Acrescentou dizendo que, o ensino público vem passando por inúmeras dificuldades, tais como na infraestrutura das escolas, onde o quadro de pessoal é insuficiente e que há muitas contratações temporárias. O governo não faz um diagnóstico da situação socioeconômica dos profissionais de educação, nem tão pouco dos estudantes. 

“Lutamos pela democratização da educação brasileira desde as escolas até as estruturas de estado e governos, pela valorização dos profissionais da educação pública, pela exigência de plano de carreira para todos os profissionais da educação. Lutamos também pela qualidade da educação pública e pela expansão da educação de tempo integral com ampliação das atividades culturais na escola e com a formação profissional”, concluiu Presidente da CNTE, Heleno Araujo.

Participaram do evento a Diretoria Executiva da FETEMS, Presidente dos SIMTED’s, Vice-Presidentes Regionais e Delegados de Base da CNTE.

Assessoria