"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

08/06/2018 15:23 - Moção de apoio aos eletricitários brasileiros e à luta por uma Eletrobrás forte para o povo brasileiro!

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais do setor público da educação básica brasileira, torna público o seu mais irrestrito APOIO aos trabalhadores e trabalhadoras eletricitários/as brasileiros/as, que decidiram entrar em greve e paralisar suas atividades entre os próximos dias 11 e 13 de junho para defender uma Eletrobrás pública, contra todas as tentativas do governo golpista em privatizá-la.
Na última quarta-feira (06/06), em Brasília, representantes sindicais dos/as trabalhadores/as do setor elétrico se reuniram com movimentos sociais e sindicais de outros setores para articular uma luta unitária e conjunta em defesa de nossa soberania energética. Nessa jornada, encontram-se, por exemplo, companheiros do Movimentos dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). Ao lado de todos esses segmentos sociais, a luta por uma Eletrobrás pública, contra os interesses nefastos e privatistas de um governo usurpador e corrupto, essa luta é a certeza do bom e necessário combate a se travar.
A própria CNTE já faz parte da Plataforma Operária e Camponesa da Água e Energia, uma articulação nacional que reúne muitos outros movimentos sociais e sindicais, e que certamente estarão se somando ao apoio e mobilização por uma Eletrobrás pública, do povo brasileiro. Água e energia não são mercadorias! Esse é o mote de uma campanha que os/as educadores/as brasileiros/as já entendem a importância e dessa luta não abrem mão!
O sistema Eletrobrás é composto por empresas de distribuição, geração e transmissão de energia e está no foco dos golpistas que querem, de qualquer maneira, entregar todo esse patrimônio, e junto com ele nossa soberania energética, às mãos do setor privado. Não podemos permitir isso. E já tivemos uma primeira vitória: a MP 814/2017, que pretendia vender a estatal, perdeu sua validade no Congresso em função das manifestações do setor. Mas existem muitas outras proposições legislativas que mantêm o mesmo intuito. É necessário, portanto, manter a vigilância e ampliar as mobilizações em torno da defesa desse patrimônio!
 
Conclamamos que nossas entidades filiadas nos Estados e municípios brasileiros também usem esse período (11 a 13 de junho) para conscientizar a comunidade escolar e a sociedade em geral sobre a importância de uma Eletrobrás pública para os brasileiros. Da importância para a nossa soberania energética. Só foi possível fazer um programa público da magnitude do Luz para Todos porque todos nós, enquanto povo brasileiro, contávamos com um sistema Eletrobrás público. Por isso defendemos e apoiamos os companheiros e companheiras eletricitários/as nessa sua legítima luta! E nos somamos nessa grande mobilização nacional por uma Eletrobrás pública e contra todas as tentativas de privatizá-la!
Brasília, 08 de junho de 2018
Diretoria Executiva da CNTE

CNTE