Notícias

FETEMS participa de aula do Profuncionrio em Rio Verde

Em 20/08/2012 15:23h


Prof° Roberto Botareli,Pres.da FETEMS fala aos participantes do Profuncionário

No sábado (18) a FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) participou do 9º Encontro Presencial do Profuncionário, realizado na cidade de Rio Verde.  Os representantes da Federação na atividade foram o presidente da entidade, Roberto Magno Botareli Cesar e o secretário de finanças, Jaime Teixeira.


Na ocasião o presidente da Federação fez um relato sobre a luta do movimento sindical da educação para a instalação do programa de profissionalização dos funcionários administrativos da rede pública de ensino. “A profissionalização dos funcionários administrativos, sempre foi uma bandeira de luta da FETEMS. A implantação do programa aconteceu em 2006, na cidade Dourados, por meio de um projeto experimental. Na época a iniciativa e o pioneirismo da Federação foram essenciais para que o projeto começasse a funcionar de fato", ressalta Roberto Magno.  


Já o secretário de finanças da FETEMS esteve presente na atividade para proferir uma palestra sobre os direitos previdenciários dos funcionários administrativos em educação. “Oportunidades assim são de extrema importância, pois estamos em contato direto com a base e podemos além de tirar as dúvidas tão freqüentes, principalmente quando falamos de aposentadoria, também podemos trocar experiências e conhecer melhor a realidade de cada município”, disse Jaime Teixeira.


Na avaliação do professor Jorge Iberê Gomes Antunes, presidente do SIMTED (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) de Rio Verde, a proximidade da Federação com os afiliados é um grande diferencial. “Sempre que solicitamos a diretoria da FETEMS está presente aqui no município, seja para assessorar nas negociações salariais, para ministrar palestras ou como hoje, participar dessa aula do Profuncionário e auxiliar na formação dos nossos administrativos”, ressalta o professor Iberê.

 

Jaime Teixeira,Marlei Correa, Roberto Botareli, Solange Lopes e Jorge Iberê
 
As professoras Marlei Correa e Solange Lopes, presidente da CVPEB (Comissão de Valorização dos Profissionais da Educação Básica)também participaram da atividade e esclareceram dúvidas sobre a vida funcional dos trabalhadores e trabalhadoras em educação.

Profuncionário em MS

Em 2008, o Programa foi implantado nas Cidades de Campo Grande, Ponta Porã e Três Lagoas. De acordo com o MEC (Ministério da Educação), cada uma das habilitações do Profuncionário é composta por 16 módulos: seis da Formação Pedagógica e dez da Formação Específica. Um módulo equivale a 60 horas. Assim, tem-se 360 horas no eixo da Formação Pedagógica e 600 horas no eixo da Formação Específica, perfazendo um total de 960 horas.

Essas 960 horas dos módulos somam-se há 300 horas no eixo da Prática Profissional Supervisionada (relacionadas com os estudos dos módulos), totalizando 1.260 horas de curso.


 

Azael Jnior/FETEMS
Pesquise no site:
 Eleições 2014 - Resultado
Resultado por Município Resultado por Vices Regionais
FETEMS em Debate - Idalina


Atalhos





Filiado à