Notícias

FETEMS e SIMTEIV destacam luta por valorizao em formatura do Profuncionrio

Em 11/11/2013 14:24h


Diretor financeiro da FETEMS, Jaime Teixeira, (cam.branca),destacou a
luta da Federação por valorização da categoria.

A FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), esteve em Ivinhema, na sexta-feira(8), para a cerimônia de formatura do programa Profuncionário. A Federação, foi representada por Jaime Teixeira e Ademar Rosa Plácido, respectivamente diretor financeiro e secretário de políticas municipais da Federação.

Os diretores da Federação destacaram a luta da entidade pela valorização profissional dos Funcionários da Educação, seja através da especialização ou através da unificação da carreira.

A carreira dos trabalhadores em educação de Mato Grosso do Sul, magistério e administrativos em educação, está unificada na Lei Complementar 087/2000 (Estatuto dos Profissionais da Educação Básica de MS), desde outubro de 2012, após mobilização e negociação da FETEMS com o Governo.

O professor Jaime Teixeira, lembrou que o funcionário da educação quer ser reconhecido, mas também quer ter condições se aperfeiçoar.“Sabemos que para ocorrer a valorização do profissional da educação é necessário que haja a qualificação profissional, por isso continuamos lutando em conjunto com os SIMTEDs pela ampliação do Profuncionário e maior oferta de cursos que permitam aos trabalhadores e trabalhadoras em educação continuar estudando”, ressaltou.

Na análise do professor, Ademar Rosa Plácido, a valorização profissional perpassa não só no ponto de vista técnico, mas também o financeiro, a exemplo do que já acontece em nível estadual.


O professor Geraldo Torrecilha (terno), presidente do SIMTEIV, particpou
da cerimônia. 

O professor Geraldo Torrecilha Lopes, presidente do SIMTEIV(Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) de Ivinhema e paraninfo da turma exaltou a importância do curso pela qualificação técnica tendo como ponto principal uma Educação de Qualidade.”A conclusão dos estudos dessa turma traz um reflexo excelente para a educação pública, porque teremos profissionais com um aprendizado específico em suas funções e com uma visão abrangente de todos os segmentos que formam o todo da Educação. E dessa forma que atingiremos uma educação pública com mais qualidade, valorizando a categoria dos educadores”,disse.

Profuncionário
Segundo o MEC (Ministério da Educação) cada uma das habilitações do Profuncionário é composta por 16 módulos: seis da Formação Pedagógica e dez da Formação Específica. Um módulo equivale a 60 horas. Assim, tem-se 360 horas no eixo da Formação Pedagógica e 600 horas no eixo da Formação Específica, perfazendo um total de 960 horas. Essas 960 horas dos módulos somam-se há 300 horas no eixo da Prática Profissional Supervisionada (relacionadas com os estudos dos módulos), totalizando 1.260 horas de curso.

Iniciativa da FETEMS
A profissionalização dos funcionários administrativos e um Piso Salarial para a categoria, sempre foram bandeiras de luta da FETEMS. O Profuncionário recebeu reconhecimento do MEC por meio da implementação do programa no Estado.

Em 2006 por iniciativa da FETEMS, Mato Grosso do Sul foi um dos cinco estados pioneiros na implantação do Projeto de Profissionalização dos Funcionários Administrativos em convênio com MEC.

Em 2012, a Federação obteve outra conquista histórica: A inclusão da carreira do administrativo da educação no Plano de Cargo e Carreiras do Magistério.

Azael Jnior/FETEMS
Pesquise no site:
 Eleições 2014 - Resultado
Resultado por Município Resultado por Vices Regionais
FETEMS em Debate com Ronaldo Franco


Atalhos





Filiado à